Um jantar gostoso fica ainda mais especial quando compartilhado com uma pessoa querida e uma boa garrafa de vinho. Porém, é necessário se informar sobre como fazer as melhores combinações de vinho e comida. Isso tudo para realçar, de maneira bem especial, o sabor de ambos.

Dessa forma, deve-se seguir algumas dicas fundamentais para criar a perfeita harmonização de vinhos. Com as informações corretas, é possível perceber as diferentes texturas, sabores e os diversos aromas que cada vinho possui. Ao perceber cada elemento desse, fica muito mais fácil na hora de criar harmonizações incríveis.

Um vinho encorpado, por exemplo, combina muito bem com carnes vermelhas. Assim, quando for servir esse tipo de prato, procure vinhos como Malbec ou Cabernet Sauvignon. Com certeza, esse tipo de combinação não tem erro! Para saber mais dicas como essa, continue a leitura!

Entradas

Uma ótima maneira de começar uma festa é servindo as entradas e os aperitivos combinados com espumantes leves ou Prosecco. A bebida borbulhante sempre agrada por seu sabor leve e refrescante.

O espumante é um vinho branco (ou rosé) com gás carbônico, por isso, o efeito efervescente. Vale ressaltar, que nem todo espumante é um champagne, mas todo champagne é um espumante.

Pratos simples

Pratos que levam ingredientes como trufas e cogumelos combinam perfeitamente com o Pinot Noir. Esse vinho costuma ser o favorito dos iniciantes e de muitos entendedores do mundo da harmonização de vinhos.

Além disso, esse vinho também oferece opções de combinações, não ficando apenas limitado ao risoto de funghi. Ele também combina com batatas recheadas, vegetais cozidos e queijos brancos cremosos.

Essas combinações oferecem um paladar fresco e sedoso, assim, é uma boa escolha servi-lo em dias ou noites com temperatura entre o fresco e o quente. Não tem erro! A apreciação estará garantida!

Vinho em festas

É importante ter uma organização na hora de planejar uma festa, de modo que se escolha bem o que será servido nas entradas, pratos principais e sobremesas. Ao mesmo tempo, também é necessário saber quais vinhos combinarão com cada alimento servido.

O ideal é começar a festa com algo refrescante e passar, gradativamente, das texturas mais leves às mais encorpadas. É importante, por exemplo, saber criar uma harmonização de vinhos diferentes para pratos salgados e pratos doces. Pode-se servir vinhos mais encorpados para os pratos salgados principais e finalizar com um vinho do Porto na hora de servir a sobremesa.

Harmonização

Lembre-se que o seu objetivo é unir aromas que realcem os sabores que estão sendo experimentados. O Malbec argentino, por exemplo, é uma ótima opção para combinar com pratos apimentados e agridoces. Por ser mais encorpado e de sabor profundo, a sua harmonização vai muito bem com pratos assados com molho barbecue, ou cortes de frango em pratos asiáticos.

Quando se trata de peixe, é muito comum que a harmonização seja feita com o vinho branco. Pratos simples feitos com molusco, lagosta, caranguejo e viera pedem uma combinação com vinho branco leve e suave, como o Sauvignon Blanc. Já um prato mais sofisticado de peixe grelhado combina muito bem com um vinho branco mais encorpado, como o Chardonnay.

Gostou das nossas dicas de harmonização de vinhos? Então, que tal curtir a nossa página no Facebook e ficar sempre por dentro de todas as nossas novidades?