Não é novidade que a alimentação infantil saudável é essencial para o desenvolvimento da criança. Mas conseguir esse intento, às vezes se revela uma missão quase impossível. O segredo é incentivar os bons hábitos alimentares desde cedo.

E acredite: o exemplo é sua principal ferramenta para ensinar e demonstrar na realidade como se alimentar. Observa-se, assim, o quanto é fundamental a participação dos pais no processo de construção de bons hábitos, inclusive na hora das refeições.

Além do exemplo, há algumas estratégias lúdicas que podem incrementar esse processo educativo. E mesmo que os seus filhos não sejam mais tão pequeninos, pense que sempre é tempo de realizar mudanças em casa e introduzir o hábito da alimentação saudável no dia a dia de todos. Para ajudá-lo, separamos 4 dicas infalíveis! Veja a seguir.

1. Abuse dos pratos coloridos

Um prato bonito e colorido sempre atrai os olhos e o estômago. Por isso, o incentivo visual é muito importante. Então, invista em uma produção caprichada.

Mas calma! Não precisa ser nada muito elaborado e trabalhoso! Prefira a simplicidade e peça à criança para ajudar nos preparos e planejamentos das refeições. Vocês podem, por exemplo, criar frutas ou legumes em formatos de desenhos, decidir juntos qual suco natural de fruta será feito ou qual a combinação de verduras daquela refeição. Enfim, mostre a ela que cozinhar e cuidar da alimentação é prazeroso!

O objetivo é incluir o pequeno na tomada de decisões para composição de cardápios saudáveis e variados.

2. Invista em educação alimentar

Reduza o consumo de alimentos ultraprocessados e evite produtos com conservantes, sal e corantes artificiais. Além de prejudicar o paladar, esses alimentos também atrapalham a saúde e a formação do hábito da alimentação infantil saudável.

Assim, reduza a disponibilidade de salgadinhos, comidas instantâneas ou congeladas, biscoitos industrializados, entre outros. Não ter acesso a esses produtos em casa faz com que a criança não os consuma de forma regular.

Mas atenção! Não se trata de proibição radical. Afinal, não há nenhum problema em consumir esses tipos industrializados de alimentos uma vez ou outra. É só reduzir o acesso. A ideia é fazer com o seu filho desenvolva um paladar que opte naturalmente pelo consumo de alimentos bons para a saúde, sempre com base no poder de escolha e na busca do equilíbrio na alimentação.

3. Tenha alimentos saudáveis sempre à mão

Quando estamos com fome na rua ou em casa, logo queremos algo prático para comer, certo? Nessas horas, quanto mais praticidade, melhor. Assim, para incentivar a alimentação infantil de qualidade, tenha alimentos saudáveis de fácil acesso.

Em casa, deixe-os bem expostos na cozinha. Pode ser uma tigela decorativa na mesa de jantar com frutas diversas, como maçãs, bananas, laranjas, mamão, manga etc. Ou, então, tenha sempre uma salada de frutas na geladeira ou mesmo uma salada de legumes.

Já para a escola ou na rua, não esqueça de colocar sempre na mochila uma fruta de que a criança gosta e também um suco natural bem gostoso feito no dia. Outra opção acertada é fazer um mix de nozes e castanhas para um lanchinho rápido e muito nutritivo.

4. Ofereça miniaturas de alimentos

Uma forma de cativar a criança visualmente é por meio de alimentos em miniatura, que fazem com que a refeição fique com cara de brincadeira preparada especialmente para ela.

Assim, use cenouras, batatas e folhas do tipo “baby” para agradar o seu pequeno. Outra dica boa são os ovinhos de codorna! Teste todos os alimentos. A priori, coloque os pratos e preparos de que o seu filho gosta sempre no cardápio. Mas não rejeite totalmente as opções que não o agradam num primeiro momento.

A estratégia é a seguinte: sempre ofereça primeiro os alimentos de que ele menos gosta, nem que seja apenas para experimentar. Depois, dê algo que saiba que ele vai aceitar. Aos poucos, as crianças tendem a optar por experimentar outros alimentos, inclusive os que não apreciam tanto.

Gostou das nossas dicas de como incentivar uma alimentação infantil saudável? Então, que tal conhecer melhor os benefícios do consumo de alimentos orgânicos? Fique por dentro do assunto!